Categoria : NOTÍCIAS

Home/Categoria "NOTÍCIAS" (Page 29)
uso-de-celular-na-direcao-e-a-terceira-causa-de-mortes-no-transito-no-brasil

Uso de celular na direção é a terceira causa de mortes no trânsito no Brasil

Uso de celular na direção é a terceira causa de mortes no trânsito no Brasil

 

Tempo de percurso e resposta de reação frente a obstáculos sofrem alterações quando o motorista usa o celular, mesmo com o dispositivo em viva voz.

 

Celular e direção são uma combinação perigosa. A Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet) revelou que o uso de celular é a terceira maior causa de mortes no trânsito no Brasil – atrás apenas do excesso de velocidade e do consumo de álcool pelos motoristas. São cerca de 150 óbitos por dia no país e quase 54 mil por ano provocados pela utilização indevida do aparelho na hora de dirigir. A entidade promoveu um estudo para avaliar a interferência causada pelo ato de falar ao telefone celular, com o dispositivo em viva voz, e constatou que fatores humanos como a distração e a falta de concentração, ocasionadas pelo uso do celular, podem motivar o aumento de sinistros.

Na ocasião, com a ajuda de um simulador de direção, foram verificados o desempenho de oito voluntários, sendo quatro homens e quaro mulheres, com idades entre 23 e 52 anos.  A pesquisa observou que os tempos de percurso e reação, além do número de infrações e acidentes de trânsito se elevaram quando os voluntários falavam ao celular no mecanismo viva voz, durante a direção simulada. Em condições normais, os motoristas levariam uma média que varia de 3 minutos e 1 segundo a 3 minutos e 48 segundos para percorrer determinado percurso. Para realizar o mesmo trajeto, falando ao celular com o viva voz, demorariam entre 3 minutos e 14 segundos a 4 minutos e 17 segundos.

Os tempos de reação apresentados pelos voluntários variaram de 60 a 66 segundos em condições normais e de 62 a 74 segundos quando foram testados usando o aparelho.  O número médio de infrações de trânsito cometidas pelos motoristas testados em condições normais foi de 2,5 e passou para 4,75 quando falavam ao celular. Já o número de acidentes provocados aumentou de 0,5 para 1,5 em razão da distração provocada pelo aparelho.

A Abramet calculou também, usando dados internacionais, que gastamos entre 8 e 9 segundos para atender a uma chamada telefônica – entre ouvir a chamada, localizar o celular, pegar, desbloquear e atender. Se o motorista estiver a 80 km/h, por exemplo, ele vai percorrer quase duas quadras desatento em relação ao trânsito. No caso de mensagens de texto, a Abramet calculou que levamos de 20 a 23 segundos para responder uma mensagem básica. Se o condutor estiver a 60 km/h, vai percorrer quase quatro quadras dividindo a atenção entre o trânsito e o celular. Dificilmente não vai encontrar um obstáculo pela frente.

Conscientização

A Perkons buscou informações com o médico especialista em trânsito Aly Said Yassine, que explicou quais são os fatores que interferem no comportamento dos motoristas quando eles usam o celular na direção, mesmo com o dispositivo em viva voz. O primeiro deles é o conteúdo das conversas. “O que prejudica os condutores não é o fato de estarem com apenas uma mão no volante. O pior é dividir a atenção entre a via e o conteúdo da mensagem. Imagine a concentração de uma mãe na direção, se está falando com alguém da escola do filho, avisando que ele está com febre, por exemplo”, observa o especialista.

O segundo fator é o tempo de resposta do motorista, frente a um obstáculo, que é mais lento. “Com a atenção desviada para o celular, o tempo de frenagem, para desviar de um pedestre ou para respeitar o semáforo é mais devagar. Para se ter uma ideia da gravidade da situação, a desatenção causada pelo ato de falar ao celular é maior em comparação à falta de concentração que acomete um motorista sob o efeito do álcool”, informa Aly Yassine.

A visão periférica é o outro fator que sofre prejuízo quando o condutor conjuga a direção e a conversa no celular. “Em condições normais, o motorista consegue perceber o que acontece nas laterais, como a aproximação de um ciclista, mas quando desvia sua atenção para o telefone, não consegue perceber o que acontece no entorno”, comenta o médico.

Ele acrescenta que dirigir embriagado ou falar ao celular é uma catástrofe anunciada. “Como tudo na vida, tem hora para tudo. Não vamos de sunga no banco e nem de terno na praia. Com a tecnologia é a mesma coisa: é preciso saber utilizá-la. Precisamos diminuir o excesso de velocidade, a incidência de motoristas que bebem e dirigem e aqueles que usam o celular no trânsito para conseguir diminuir as mortes causadas por acidentes nas vias públicas”, salienta Aly Yassine.

Para Eduardo Biavati, mestre em sociologia e consultor em educação para segurança no trânsito, o grande problema no Brasil, é o retrocesso na legislação e nas medidas de trânsito, que deveriam ser mais severas no que diz respeito ao uso de celulares e ao excesso de velocidade, que são os grandes causadores dos acidentes de trânsito no país. No entanto, na opinião dele, o que se vê, por parte dos órgãos públicos, é a preocupação com medidas pouco efetivas, como multar pedestres que atravessam fora da faixa e ciclistas que adotem comportamento arriscado nas ruas – a legislação entra em vigor abril do próximo ano, conforme a Resolução 706/2017.

“Não conseguimos nem fiscalizar o uso de celulares na direção e agora pretende-se fiscalizar pedestres e ciclistas? O grande problema é que estamos olhando para as vítimas e não para os motoristas, que são os causadores de mortes no trânsito quando colocam a vida das pessoas em risco ao falar no celular quando dirigem ou excedem o limite de velocidade, principalmente nas rodovias”, finaliza.

As informações são da Assessoria de Imprensa

 

Fonte: Portal do Trânsito

itens-do-funcionamento-de-seu-carro-porque-dar-atencao-a-eles-na-hora-de-dirigir

Itens do funcionamento de seu carro: porque dar atenção a eles na hora de dirigir

Itens do funcionamento de seu carro: porque dar atenção a eles na hora de dirigir

 

Descubra como cuidar do seu automóvel pode evitar problemas.

 

Já pensou você lá, no trânsito, com o seu carro seminovo e, de repente, dá um problema e você tem que enfrentar o desconforto de ter que ficar parado no meio da rua com todo o mundo te olhando? Ninguém merece, não é mesmo?

Para evitar esses tipos de situações é preciso conhecer pelo menos um pouco os itens de funcionamento do seu carro e saber como cuidar deles na hora de dirigir.

A seguir, acompanhe uma lista com alguns desses itens e como prestar a devida atenção a cada um deles.

1º – Motor

Para poder ter o máximo de rendimento de um veículo e aumentar a sua vida útil, é preciso zelar pelo bem-estar do motor do carro. O ideal é limpá-lo anualmente ou, no máximo, a cada dois anos. Um motor limpo vai trabalhar melhor e permitir ao condutor que detecte antecipadamente uma fuga ou vazamento.

Na troca do óleo, busque utilizar o recomendado no manual do automóvel. Só tome cuidado para não sobrecarregar o cárter durante a troca, o que pode levar ao sobreaquecimento do motor e resultar em acidentes de viação.

Como algumas tampas de óleo são magnetizadas e levam consigo partículas de metal, também é importante sempre limpá-las bem quando a troca do líquido for realizada.

Prestar atenção aos filtros é outra medida importante para manter a boa qualidade do motor. Seja o filtro do ar, do óleo, do combustível ou outros que o veículo venha a ter, todos têm como tarefa proteger o motor e devem ser substituídos de acordo com as datas do manual do fabricante.

Quem quiser cuidar ainda mais do motor do carro, pode apostar também em válvulas de ventilação, que impedem danos ao motor. Para quem não sabe, a válvula de ventilação é um dispositivo de controle de emissões em veículos mais velhos e é sempre bom que o condutor garanta que o seu carro tenha uma.

E tem, ainda, mais duas dicas importantes. A primeira é apostar na adição de óleos refrigeradores, que além de serem de baixo custo, são de extrema valia para o aumento da vida útil do motor.

A segunda dica é em relação à correia de distribuição. Substituí-la segundo a data que consta no manual do fabricante é algo imprescindível, caso contrário os estragos no motor poderão ser irreparáveis.

2º – Bateria

Se você realmente gosta do seu veículo que está lá na sua garagem, a inspeção do sistema elétrico deve sempre fazer parte dos seus hábitos para que possam ser evitadas surpresas desagradáveis, especialmente no inverno, quando as baixas temperaturas exigem mais energia para o funcionamento dos automóveis.

Para manter a boa qualidade do sistema elétrico do veículo é importante que sejam realizadas revisões periodicamente. Assim, é possível garantir que a bateria dure até cinco anos ou mais.

Ainda que você não utilize o carro sempre, tente ligá-lo diariamente. Caso isso não seja possível, procure desligar os terminais dos cabos das baterias, o que irá evitar que sejam descarregadas precocemente.

Muita gente não sabe disso mas, mesmo parado, o veículo possui vários componentes que continuam consumindo energia, como o rádio, alarmes, rastreadores e a central de injeção, por exemplo.

Outra dica é não ligar o carro com o farol ligado, o que puxa bastante carga da bateria e diminui a sua vida útil. No caso dos rádios, retire a frente destacável (para os modelos que a possuem) quando sair do veículo, pois isso também ajuda a evitar o desgaste da bateria.

A cada cinco ou seis meses, busque realizar um teste do alternador. Uma vez acionado pelo motor através de uma correia, o componente transforma energia mecânica em elétrica, o que é necessário para carregar a bateria e alimentar os componentes elétricos do veículo.

Caso o alternador apresente problemas, o carro passa a depender única e exclusivamente da bateria, sobrecarregando-a e descarregando-a por inteiro em poucas horas.

Também contribui para o bom funcionamento das baterias ficar de olho no nível da água. O ideal é que não esteja nunca muito alto nem muito baixo.

Caso aconteça da bateria acabar e haver a necessidade de se fazer uma ligação direta entre a bateria arriada e uma auxiliar (a chamada chupeta), é preciso tomar cuidado para não inverter os polos negativos e positivos, pois aí o problema será maior, já que isso trará sérios problemas ao alternador.

Por último, mas não menos importante, vai uma dica que muita gente já deve saber, mas ainda assim tem resistência em seguir. Não deixe componente como faróis, rádio e luzes internas ligados quando o motor não estiver funcionando! Acredite, isso é extremamente importante para garantir uma vida útil longa à bateria do seu veículo.

3º – Faróis e lanternas

Para que não percam a eficiência, é essencial manter os faróis e lanternas limpos. É uma dica óbvia, mas que muitos motoristas nem levam em consideração. Então, da próxima vez que você sair de uma estrada de terra com o seu automóvel, já sabe: não se esqueça de fazer a limpeza das lanternas e dos faróis para manter a eficiência dos mesmos.

Outra dica vai para a regulagem dos faróis. Com o tempo, a vibração de carros populares faz com que eles fiquem desregulados, especialmente no caso de modelos mais velhos.

Como ninguém quer que o farol do carro ilumine o chão ou cegue as pessoas que vêm de encontro a ele, é bom sempre fazer aquela regulagem em um centro automotivo. O custo geralmente é bem em conta.

4º – Freios

Para garantir a segurança de todos a bordo, busque verificar periodicamente os freios de acordo com a recomendação do manual de manutenção do seu veículo. Normalmente, nesses manuais, são exigidas inspeções no conjunto de frenagem a cada dez mil quilômetros rodados.

O objetivo dessa verificação é checar o estado geral dos componentes, já que são peças que naturalmente se desgastam com o uso.

Procure estar atento também ao fluido de freio, pois é ele o responsável por fazer o acionamento do sistema de frenagem. O prazo de troca e a especificação do tipo do fluido também podem ser encontrados nos manuais dos automóveis.

Caso o líquido esteja abaixo do nível indicado ou esteja vencido, a eficiência do sistema de frenagem pode ser seriamente comprometida.

E, em hipótese alguma altere as configurações do freio, viu. Isso pode interferir na eficiência do mesmo.

5º – Sistema de Arrefecimento

Limpezas nesse sistema devem ser realizadas a cada trinta mil quilômetros rodados. As peças que devem ser limpas são o reservatório de expansão e o radiador. O aditivo do radiador também deve ser trocado a cada trinta mil quilômetros.

 

Fonte: Portal do Trânsito

 

pedagios-ficam-mais-baratos-em-sp

Pedágios ficam mais baratos em SP

Pedágios ficam mais baratos em SP

 

A partir de 18/5, praças de pedágio do estado paulista passarão a cobrar menos como parte de uma etapa de investimentos.

 

 

A partir da próxima sexta-feira (18/5), as tarifas de pedágio ficarão mais baratas em quatro praças das rodovias estaduais paulistas Anhanguera (SP 330), Atílio Balbo e Armando Salles Oliveira (SP 322). Na praça de Ituverava (SP, Rodovia Anhanguera, SP-330), a redução da tarifa vai variar de R$ 2,10 (pagamento manual) a R$ 2,65 (pagamento eletrônico). As informações são da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo).

O usuário que passa nos dias de úteis pela praça de Ituverava pode alcançar uma economia mensal de R$ 92,40 no pagamento do pedágio manual. Caso opte pelo pagamento automático, a economia pode ser de R$ 116,60 devido ao desconto adicional de 5% na tarifa.

Isso ocorre porque, em 2017, foram licitados dois lotes de rodovias estaduais sendo um deles o denominado “Rodovias do Centro Oeste Paulista” que inclui 299 quilômetros de trechos operados pela concessionária Vianorte desde março de 1998. Com o término do contrato da Vianorte, previsto para a zero hora do dia 18/5, a concessionária Entrevias, vencedora da nova licitação, assume essa malha no eixo entre Bebedouro, Ribeirão Preto e Igarapava, todas no interior paulista, já com a redução tarifária prevista contratualmente pelo Governo do Estado.

 

Fonte: ICarros

venda-de-veiculos-seminovos-cai-pela-metade-no-ano-a-de-usados-de-9-a-12-anos-sobe-79

Venda de veículos seminovos cai pela metade no ano; a de usados de 9 a 12 anos sobe 79%

Venda de veículos seminovos cai pela metade no ano; a de usados de 9 a 12 anos sobe 79%

 

Para especialistas, parte dos compradores de seminovos está voltando ao carro zero. Por outro lado, a valorização dos usados com até 3 anos leva outra parte dos clientes a buscar carros mais velhos.

 

 

A venda de veículos seminovos, aqueles com até 3 anos de uso, caiu pela metade de janeiro a abril, na comparação com o mesmo período do ano passado, segundo dados da Fenauto, federação dos revendedores multimarcas.

Essa foi a “faixa etária” mais negociada entre os usados em 2016 e 2017, mas, neste ano, ela é a apenas a terceira, perdendo para os que têm de 4 a 8 anos (“usados jovens”, na classificação da Fenauto) e os de 13 anos ou mais (“velhinhos”).

O volume de seminovos vendidos passou de 1,7 milhão de unidades nos primeiros 4 meses de 2017 para 888,5 mil neste ano, uma queda de 49,6%.

O que explica?

Segundo especialistas ouvidos pelo G1, duas tendências derrubaram as vendas dos veículos com até 3 anos de uso:

  • parte dos clientes voltando a comprar carro zero;
  • outra parte passando a procurar veículos mais velhos porque o preço dos seminovos subiu nos últimos anos, com a forte procura.

Compra de carro zero

Para o presidente da Fenauto, Ilídio dos Santos, a queda dos seminovos reflete a retomada da economia: parte dos clientes que até o ano passado optaram por veículos seminovos agora se volta para os zero.

venda de carros, caminhões e ônibus novos foi 21% maior de janeiro a abril deste ano do que no mesmo período do ano passado, somando 762,8 mil emplacamentos.

Considerando só a venda para pessoa física, a alta foi de 15,6% no mesmo período, aponta Isabela Tavares, economista da Tendências Consultoria.

Ela destaca ainda que a oferta de crédito para compra de veículos vem aumentando desde janeiro do ano passado, na comparação anual.

Os financiamentos de veículos novos subiram 9,6% de janeiro a abril, frente a 2017; os de usados, que são maioria, ficaram estáveis.

“A própria crise faz com que as diferenças de preço de carros novos para seminovos sejam estreitadas pelas promoções que as concessionária fazem no sentido de desaguar os estoques”, completa Claudio Felisoni de Angelo, presidente do Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo (Ibevar).

No entanto, as venda de carros zero continuam com volume bem abaixo do que o antes da crise, que favoreceu os usados.

“O que está acontecendo não é uma retomada total (da venda de veículos novos). (O setor) está respirando melhor”, diz Antonio Jorge Martins, da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Compra de carro mais velho

Mesmo com a retomada nas vendas dos novos, a negociação de veículos usados continua crescendo. Nos primeiros 4 meses do ano, subiu 5%, frente a 2017, somando 3,4 milhões, sem contar as motos, ainda segundo a Fenauto.

Além de deixarem de ser a “faixa etária” mais vendida, a dos seminovos foi a única que caiu na comparação com o ano passado.

“Com a grande procura de seminovos (nos últimos anos), o preço se elevou, fazendo com que uma parte (dos consumidores) partisse para carros mais velhos”, avalia Martins.

marcada-audiencia-publica-para-discussao-da-proposta-que-altera-a-resolucao-168-04

Marcada audiência pública para discussão da proposta que altera a Resolução 168/04

Marcada audiência pública para discussão da proposta que altera a Resolução 168/04

 

Está marcada para o dia de hoje 24 de maio, às 10h, na Câmara dos Deputados, uma audiência pública para discutir a proposta de alteração da Resolução Contran nº 168/04, que estabelece normas e procedimentos para a formação de condutores de veículos automotores e elétricos.

A audiência foi requerida pelo deputado Hugo Leal (PSC/RJ) antes da publicação da Res.726/18 que alterava todo processo de formação de condutores e, inclusive, criava um curso para renovação de CNH, mas que foi suspensa pelo Contran.

De acordo com a justificativa do Deputado, a possibilidade de alteração das normas para formação de condutores no país tem gerado dúvidas e insegurança tanto de Centros de Formação de Condutores quanto das pessoas interessadas em fazer a sua habilitação.

“Como esse assunto tem grande impacto na sociedade, é fundamental que esta Casa avalie as propostas que estão sendo apresentadas no âmbito do Contran”, argumenta Leal.

Entenda o caso

Deliberação 168 do Contran revogou a Res.726/18 que alterava significativamente o processo de formação, especialização, renovação e reciclagem de condutores.

Entre as mudanças estava previsto: aulas e exames práticos na via pública para ACC e categoria A, curso teórico dividido em dois módulos: básico e específico e exame de baliza dividido em duas etapas.

Uma das alterações mais polêmicas é que a Resolução previa um curso e exame teóricos obrigatórios para que os condutores conseguissem renovar a CNH.

Depois de intensa pressão popular, o Ministério das Cidades determinou que o Contran revogasse a Resolução. De acordo com o órgão, a norma passará por novos estudos técnicos antes de ser publicada novamente.

 

Fonte: Portal do Trânsito

preco-da-gasolina-sobe-e-chega-ao-maior-valor-em-meses

Preço da gasolina sobe e chega ao maior valor em meses

Preço da gasolina sobe e chega ao maior valor em meses

 

A partir do dia 22, litro do combustível está saindo para as distribuidoras custando ainda mais que antes.

 

 

O relatório de preços de combustíveis revelado pela Petrobras para a partir de amanhã (22) está mostra mais um aumento. Vale lembrar que a empresa realiza reajustes tanto no diesel quanto na gasolina baseada na flutuação do valor do petróleo no mercado internacional. Os valores informados correspondem ao preço por litro referente ao produto saindo para as distribuidoras, sem contar impostos e outros custos.

 Com essa prática valendo desde março, o valor do litro da gasolina a partir de amanhã chegará ao maior patamar do ano até agora, sendo cobrados R$ 2,0867 por litro. Já o litro de diesel vendido às distribuidoras chega a R$ 2,3716 por litro. No site da Petrobras há o histórico do litro desde 6 de abril, quando eram cobrados R$ 1,6473 pelo litro de gasolina e R$ 1,8867 pelo litro do diesel.

 

Fonte: ICarros 

producao-de-motos-cresce-373-em-abril-diz-abraciclo-1

Produção de motos cresce 37,3% em abril, diz Abraciclo

Produção de motos cresce 37,3% em abril, diz Abraciclo

 

 

Foram fabricadas 88,4 mil unidades, contra 67,3 mil no mesmo mês do ano passado. Associação das fabricantes manteve previsão de alta de 5,9% para 2018.

 

A produção de motos cresceu 37,3% em abril, segundo dados da associação das fabricantes de motocicletas (Abraciclo), divulgados nesta segunda-feira (14). Foram fabricadas 88.422 unidades, contra 67.380 no mesmo mês de 2017.

O acumulado do primeiro quadrimestre do ano também registra alta. Nos quatro primeiros meses de 2018, foram produzidas 347.959 unidades, alta de 17,6% sobre as 295.761 unidades do mesmo período do ano passado.

Na comparação com março, houve queda de 6,5% na produção. Naquele mês, foram feitas 94.599 motos.

As vendas também registraram alta. Em abril, foram vendidas 78.536 unidades, número 28% mais alto do que o mesmo mês de 2017, quando foram comercializadas 61.342 motos.

No acumulado, a alta é de 12,8%, com 312.539 exemplares vendidos entre janeiro a abril deste ano, contra 277.160 neste período do ano passado.

A Abraciclo manteve a previsão de alta de 5,9% na produção para 2018, com 935 mil unidades, ante as 882,8 mil fabricadas em 2017.

Nas vendas, a previsão de alta é menor, de 1,6%, para 865 mil unidades.

 

Fonte: G1

orgaos-transito-ja-aderiram-sistema-desconto-multas

Veja quais os órgãos de trânsito que já aderiram ao Sistema que dá desconto nas multas

Veja quais os órgãos de trânsito que já aderiram ao Sistema que dá desconto nas multas

 

O Sistema de Notificação Eletrônica (SNE) é um aplicativo do Governo Federal que favorece proprietários de veículos que confessem que realmente cometeram a infração e abram mão de defesa prévia ou recurso. O desconto para quem estiver nessa situação é de 40% podendo ser pago até o vencimento da multa.

Para conseguir esse desconto, porém, é necessário baixar o aplicativo Sistema de Notificação Eletrônica (Android e iOS). Após baixar o aplicativo é necessário preencher um cadastro (CPF, registro da CNH, Placa do veículo, Renavam, e-mail, senha e código de segurança).

O aplicativo exibe todas as notificações detalhadas dos veículos cadastrados, na tela ou arquivo que poderá ser impresso e ainda permite o usuário indicar o real infrator daquela notificação. Através do SNE também é possível acompanhar o status da infração.

O especialista Celso Alves Mariano, diretor do Portal do Trânsito e da Tecnodata, frisa que para conseguir o desconto, o infrator não pode recorrer da multa.

“O intuito dessa norma é desafogar um pouco o sistema e desencorajar os recursos que tenham como único objetivo prolongar o processo da infração para ganhar tempo. O desconto é muito bom e vale a pena. Claro que para aqueles que não cometeram a infração, continua valendo o direito à defesa”, explica Mariano.

Caso haja recurso, vale o desconto de 20% até a data de vencimento ou pagamento integral após o encerramento do prazo. O benefício funciona tanto para pessoa física quanto jurídica.

O SNE está integrado à base única do Registro Nacional de Infrações de Trânsito (Renainf), onde já ficam registradas as multas interestaduais. Segundo o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), que desenvolveu o aplicativo, todos os órgãos do Sistema Nacional de Trânsito podem aderir ao SNE voluntariamente e as ocorrências locais passarão a ser computadas. Portanto, o app só dará o desconto de 40% nas multas emitidas por órgãos de fiscalização que adotaram o sistema.

Veja os órgãos que já aderiram ao SNE:
Federais
  • Polícia Rodoviária Federal (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT)
Estaduais
  • Detran/AC
  • DER/AC
  • Detran/AL
  • Detran/CE (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Detran/DF
  • DER/DF
  • Detran/GO
  • Detran/MS
  • Detran/PB
  • Detran/PE (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Detran/SC
  • Detran/DF
  • Detran/SE
  • Detran/RO
  • Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF)
Municipais

Acre

  • Prefeitura de Rio Branco/AC

Goiás

  • Agência Goiana de Transporte e Obras

Mato Grosso do Sul

  • Prefeitura de Amambai/MS
  • Prefeitura de Anastácio/MS
  • Prefeitura de Anaurilândia/MS
  • Prefeitura de Aparecida do Taboado/MS
  • Prefeitura de Aquidauana/MS
  • Prefeitura de Bataguassu/MS
  • Prefeitura de Bataiporã/MS
  • Prefeitura de Bela Vista/MS
  • Prefeitura de Bodoquena/MS
  • Prefeitura de Bonito/MS
  • Prefeitura de Brasilândia/MS
  • Prefeitura de Caarapó/MS
  • Prefeitura de Camapuã/MS
  • Prefeitura de Campo Grande/MS
  • Prefeitura de Caracol/MS
  • Prefeitura de Cassilândia/MS
  • Prefeitura de Chapadão do Sul/MS
  • Prefeitura de Corumbá/MS
  • Prefeitura de Costa Rica/MS
  • Prefeitura de Coxim/MS
  • Prefeitura de Deodápolis/MS
  • Prefeitura de Dourados/MS
  • Prefeitura de Eldorado/MS
  • Prefeitura de Gloria de Dourados/MS
  • Prefeitura de Guia Lopes da Laguna/MS
  • Prefeitura de Iguatemi/MS
  • Prefeitura de Inocência/MS
  • Prefeitura de Itaquiraí/MS
  • Prefeitura de Ivinhema/MS
  • Prefeitura de Jaraguari/MS
  • Prefeitura de Jardim/MS
  • Prefeitura de Ladário/MS
  • Prefeitura de Laguna Carapá/MS
  • Prefeitura de Maracaju/MS
  • Prefeitura de Miranda/MS
  • Prefeitura de Mundo Novo/MS
  • Prefeitura de Naviraí/MS
  • Prefeitura de Nioaque/MS
  • Prefeitura de Nova Alvorada do Sul/MS
  • Prefeitura de Nova Andradina/MS
  • Prefeitura de Paranaíba/MS
  • Prefeitura de Paranhos/MS
  • Prefeitura de Ponta Porã/MS
  • Prefeitura de Porto Murtinho/MS
  • Prefeitura de Rio Brilhante/MS
  • Prefeitura de Rochedo/MS
  • Prefeitura de Santa Rita do Pardo/MS
  • Prefeitura de Sete Quedas/MS
  • Prefeitura de Sidrolândia/MS
  • Prefeitura de Sonora/MS
  • Prefeitura de Terenos/MS
  • Prefeitura de Três Lagoas/MS

Minas Gerais

  • Prefeitura de Uberaba/MG

Paraíba

  • Prefeitura de Campina Grande/PB
  • Prefeitura de Guarabira/PB

Pernambuco

  • Prefeitura de Petrolina/PE

Santa Catarina

  • Prefeitura de Abdon Batista/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Abelardo Luz (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Agrolândia/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Agronômica/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Água Doce/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Águas de Chapecó/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Águas Frias/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Águas Mornas/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Alfredo Wagner/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Alto Bela Vista/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Anchieta/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Angelina/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Anita Garibaldi/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Anitapolis/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Antônio Carlos/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Apiúna/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Arabuta/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Araquari/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Araranguá/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Armazém/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Arroio Trinta/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Arvoredo/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Ascurra/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Atalanta/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Aurora/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Balneário Arroio do Silva/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Balneário Camboriú (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Balneário Gaivota/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Bandeirante/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Barra Bonita/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Barra do Sul/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Barra Velha/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Bela Vista do Toldo/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Belmonte/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Benedito Novo/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Biguaçu/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Blumenau/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Bocaina do Sul/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Bombinhas/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Bom Jardim da Serra/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Bom Jesus/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Bom Jesus do Oeste/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Bom Retiro/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Botuvera/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Braço do Norte/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Braço do Trombudo (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Brunópolis/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Brusque/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Caçador/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Caibi/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Calmon/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Camboriú/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Campo Alegre/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Campo Belo do Sul/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Campo Erê/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Campos Novos/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Canelinha/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Canoinhas/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Capão Alto/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Capinzal/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Capivari de Baixo/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Catanduvas/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Caxambu do Sul/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Celso Ramos/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Cerro Negro/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Chapadão do Lageado/RS (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Chapecó/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Cocal do Sul/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Concórdia/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Cordilheira Alta/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Coronel Freitas/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Coronel Martins/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Correia Pinto/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Corupá/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Criciúma/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Cunha Porã/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Cunhataí/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Curitibanos/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Descanso/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Dionísio Cerqueira/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Dona Emma/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Doutor Pedrinho/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Entre Rios/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Ermo/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Erval Velho/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Fachinal dos Guedes/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Flor do Sertão/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Florianópolis/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Formosa do Sul/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Forquilhinha/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Fraiburgo/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Frei Rogerio/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Galvão/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Garopaba/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Garuva/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Gaspar/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Gov. Celso Ramos/ SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Grão Pará/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Gravatal/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Guabiruba/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Guaraciaba/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Guaramirim/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Guarujá do Sul/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Guatambu/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Herval d’Oeste/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Ibiam/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Ibicaré/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Ibirama/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Içara/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Ilhota/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Imarui/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Imbituba/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Imbuia/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Indaial/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Iomerê/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Ipira/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Iporã do Oeste/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Ipuaçu/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)s
  • Prefeitura de Ipumirim/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Iraceminha/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Irani/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Irati/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Irineópolis/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Ita/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Itaiópolis/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Itajaí/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Itapema/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Itapiranga/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Itapoá/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Ituporanga/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Jabora/SC -(Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Jacinto Machado/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Jaguaruna/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Jaraguá do Sul/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Jardinópolis/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Joaçaba/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Joinville/SC
  • Prefeitura de Jose Boiteux/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Jupiá/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Lacerdópolis/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Lageado Grande/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Lages/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Laguna/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Laurentino/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Lauro Muller/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Lebon Regis/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Leoberto Leal/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Lindoia do Sul/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Lontras/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Luiz Alves/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Luzerna/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Macieira/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Mafra/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Major Gercino/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Major Vieira/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Maracaja/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Maravilha/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Marema/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Massaranduba/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Matos Costa/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Meleiro/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Mirim Doce/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Modelo/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Mondai/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Monte Carlo/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Monte Castelo/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Morro da Fumaça/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Morro Grande/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Município Balneário Rincão/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Navegantes/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Nova Erechim/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Nova Itaberaba/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Nova Trento/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Nova Veneza/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Novo Horizonte/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Orleans/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Otacilio Costa/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Ouro/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Ouro Verde/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Paial/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Painel/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Palhoça/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Palma Sola/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Palmeira/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Palmitos/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Papanduva/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Paraíso/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Passo de Torres/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Passos Maia/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Paulo Lopes/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Pedras Grandes/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Penha/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Peritiba/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Petrolândia/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Piçarras/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Pinhalzinho/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Pinheiro Preto/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Piratuba/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Planalto Alegre/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Pomerode/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Ponte Alta/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Ponte Alta do Norte/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Ponte Serrada/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Porto Belo/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Porto União/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Pouso Redondo/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Praia Grande/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Pres. Castelo Branco/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)s
  • Prefeitura de Presidente Getúlio/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Presidente Nereu/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Princesa/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Quilombo/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Rancho Queimado/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Rio das Antas/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Rio do Campo/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Rio do Oeste/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Rio dos Cedros/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Rio do Sul/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Rio Fortuna/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Rio Negrinho/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Rio Rufino/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Riqueza/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Rodeio/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Romelandia/SC ((Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Salete/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Saltinho/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Salto Veloso/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Sangão/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Santa Cecilia/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Santa Helena/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Santa Rosa de Lima/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Santa Rosa do Sul/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Santa Terezinha/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Santa Terezinha do Progresso/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Santiago do Sul/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de São Bento do Sul/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de São Bernardino/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de São Bonifácio/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de São Carlos/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de São Cristóvão do Sul/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de São Domingos/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de São Francisco do Sul/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de São João Batista/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de São João do Itaperiu/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de São João do Oeste/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de São João do Sul/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de São Joaquim/SC ((Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de São José/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de São José do Cedro/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de São José do Cerrito/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de São Lourenço do Oeste/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de São Ludgero/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de São Martinho/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de São Miguel da Boa Vista/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de São Miguel d’Oeste/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de São Pedro de Alcântara/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Saudades/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Seara/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Serra Alta/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Siderópolis/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Sombrio/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Sto. Amaro da Imperatriz/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Sul Brasil/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Taió/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Tangará/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Tigrinhos/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Tijucas/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Timbé do Sul/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Timbó/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Timbó Grande/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Três Barras/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Treviso/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Treze de Maio/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Treze Tílias/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Trombudo Central/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Tubarão/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Tunapolis/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Tunas/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Turvo/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de União do Oeste/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Urubici/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Urupema/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Urussanga/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Vargeão/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Vargem/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Vargem Bonita/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Vidal Ramos/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Videira/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Vitor Meireles/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Witmarsum/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Xanxerê/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Xavantina/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Xaxim/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)
  • Prefeitura de Zortea/SC (Já aderiu, mas está com contrato suspenso)

São Paulo

  • Prefeitura de São José dos Campos/SP

 

Fonte: Portal do Trânsito

lei-cria-curso-para-motoristas-que-atingirem-14-pontos-na-cnh

Detran.SP disponibiliza reciclagem preventiva para motorista profissional

Detran.SP disponibiliza reciclagem preventiva para motorista profissional

 

A partir de quarta (16/5), condutor que exerce atividade renumerada nas categorias C, D ou E e tem de 14 a 19 pontos pode solicitar curso.

 

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) disponibiliza nesta quarta-feira (16/5) a reciclagem preventiva para motoristas profissionais que exercem atividade remunerada nas categorias C, D e E.

Previsto na resolução 723 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), que regulamentou o artigo 261 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o curso é opcional e pode ser feito pelo condutor que:

  • tenha a inscrição “exerce atividade remunerada” no verso da Carteira Nacional de Habilitação (CNH);
  • seja habilitado exclusivamente nas categorias C (veículos de carga, como caminhões), D (veículos de transporte de passageiros, como ônibus e vans) ou E (veículo conjugado, como carreta com reboque ou trailer);
  • tenha atingido de 14 a 19 pontos.

É possível pedir para fazer o curso apenas uma vez a cada 12 meses. Ele dá ao motorista profissional a oportunidade de se reciclar e ter retirada de seu prontuário a pontuação acumulada na CNH por infrações de trânsito. Desta forma, apenas se somar outros 20 pontos nos 12 meses seguintes terá a CNH suspensa.

“O motorista profissional passa muitas horas ao volante. A reciclagem preventiva permite que ele reavalie sua conduta no trânsito quando ele está com grande risco de ter a CNH suspensa, o que o impediria de trabalhar. É uma chance de ele reaprender e repensar suas atitudes, pois todos devem respeitar as normas de trânsito, colaborar para a segurança viária e, principalmente, preservar vidas”, ressalta Maxwell Vieira, diretor-presidente do Detran.SP.

Para solicitar a reciclagem preventiva, o interessado deve ir até a uma unidade do Detran.SP. Se os requisitos forem preenchidos, ele receberá uma autorização a ser entregue a uma autoescola, onde contratará o curso. Após a emissão da permissão, o condutor terá 15 dias para iniciar o curso e, a partir daí, 40 dias para terminá-lo.

Grade curricular – O curso de reciclagem preventiva é o mesmo já existente para condutores infratores que têm a CNH suspensa e é oferecido pelas autoescolas. Ele tem aspecto educacional e visa levar o motorista a rever seus conhecimentos e mudar a postura no trânsito, analisando temas como legislação de trânsito, direção defensiva, noções de primeiros socorros no trânsito e relacionamento interpessoal.

Ao final, é preciso fazer uma prova de 30 questões e acertar pelo menos 21 (70%) para ser aprovado.

Como estabelece o CTB, todo condutor que atinge 20 ou mais pontos em 12 meses tem o direito de dirigir suspenso por no mínimo 6 meses e precisa passar pela reciclagem. Também tem a CNH suspensa quem comete uma única infração gravíssima que tem como penalidade prevista no CTB a suspensão.

 

Fonte: DETRAN-SP

petrobras-reduzira-precos-de-diesel-e-gasolina-nas-refinarias-a-partir-de-quarta-feira

Petrobrás reduzirá preços de diesel e gasolina nas refinarias a partir de quarta-feira

Petrobrás reduzirá preços de diesel e gasolina nas refinarias a partir de quarta-feira

 

 

A Petrobrás reduzirá os preços de diesel e gasolina nas refinarias a partir de quarta-feira, comunicou a estatal nesta terça-feira, em meio a discussões dentro do governo sobre a alta dos preços dos combustíveis e protestos de caminhoneiros.

Segundo a petroleira, o diesel será reduzido em 1,54%, para R$ 2,3351 por litro, no primeiro corte desde 12 de maio. Já a gasolina diminuirá em 2,08%, para R$ 2,0433 por litro, a primeira redução desde 3 de maio.

O anúncio ocorre após caminhoneiros realizarem na segunda-feira protestos em vários Estados contra a alta dos combustíveis. 

Em julho do ano passado, a Petrobrás adotou uma nova política de preços que prevê alterações quase que diárias nas cotações dos combustíveis, em linha com o mercado internacional.

De lá para cá, diesel e gasolina nas refinarias acumulam alta de quase 50%.

O presidente da Petrobrás, Pedro Parente, participou de uma reunião mais cedo com os ministros da Fazenda, Eduardo Guardia, e de Minas e Energia, Moreira Franco, para tratar da alta dos combustíveis.

Ele garantiu a jornalistas, contudo, que não há no governo qualquer intenção de mudança nessa política de preços da petroleira.

A Associação Brasileira de Caminhoneiros (Abcam), que organiza as manifestações, cobra do governo reduzir a zero a carga tributária sobre o diesel. A greve acontece enquanto entidades que representam os donos de postos também apelam por mudanças tributárias, afirmando que a política de preços da Petrobras está causando prejuízos ao setor.

A última vez que os caminhoneiros promoveram protestos em âmbito nacional foi no início de 2015, quando exigiram redução de custos com combustível, pedágios e tabelamento de fretes.

 

Fonte: Hotmail